Postado Por : Caio Nascimento 6.1.13

Na reedição do Wild Card da temporada passada, Houston Texans e Cincinnati Bengals se enfrentaram no Reliant Stadium, casa dos Texans. Assim como na temporada passada, os Texans venceram, só que dessa vez vão enfrentar o New England Patriots, no Gillette Stadium, em Foxborough.
O time de Houston venceu pelo placar de 19x13, num embate marcado pelos Field Goals (4 do Texans e 2 do Bengals). Fato esse que indica a fraca performance dos quarterbacks, especialmente do debutante em Playoffs, Matt Schaub, que não teve uma aparição destacada no cotejo. Schaub foi interceptado (o retorno de Leon Hall resultou em um touchdown dos Bengals) e anotou apenas um passe para touchdown.
O destaque do time texano ficou para o running back Arian Foster, recordista de touchdowns na temporada. Foster deu a segurança para o Texans que Matt Schaub não conseguia. O primeiro touchdown dele, e ocasionalmente do Texans, saiu com apenas 4:29 do terceiro quarto.
Devido ao fraquíssimo desempenho do ataque de Cincinnati, e a partida exemplar do craque JJ Watt na defesa, os Bengals pereceram e quase não ameaçaram a red zone adversária.

Na segunda partida da noite, o clássico entre Green Bay Packers e Minnesota Vikings, no Lambeau Field, em Green Bay, tinha tudo para ser tão emocionante quanto a última partida da temporada regular. No entanto, uma notícia que pegou todos de surpresa acabou mudando os rumos da partida: Chris Ponder, quarterback do Vikings, estava inativo devido a uma lesão no cotovelo direito.
Sem o seu principal jogador, ao lado do running back Adrian Peterson, os Vikings virou presa fácil para os Packers em sua gélida casa. O substituto de Ponder, Joe Webb, foi um wide receiver em quase toda a carreira, algo que não seria capaz de animar muita gente... E de fato Webb não animou nem a própria equipe, mesmo dando passe para Michael Jenkins anotar um touchdown no final da partida.
Do outro lado, o time da casa contou com uma partida inspirada do quarterback com o melhor rating da NFL (104.9), Aaron Rodgers. O camisa 12 de Green Bay terminou a partida com 274 jardas e 23 passes corretos de 33 tentativas. Outro grande nome de Green Bay foi o full back John Kuhn, que anotou dois touchdowns na partida.
Com as rotas de ataque bem variadas, os Packers mastigaram o Vikings como quiseram. A decepção, mesmo que involuntária, ficou para Adrian Peterson, segundo running back com  mais jardas na história da NFL na temporada regular. Sem Ponder, Peterson ficou perdido nas chamadas do substituto Joe Webb. Mas, mesmo com esse empecilho, o candidato a MVP da temporada, anotou 99 jardas na partida. O final da partida teve o placar de 24x10 para Green Bay.
Agora o Packers vai precisar mostrar toda a sua força num choque que extrapola tradição. O time sai de sua casa, na gelada Green Bay, para enfrentar o San Francisco 49rs, no Candlestick Park. Tal partida tem tudo para ser um dos melhores enfrentamentos da história da NFC.

Deixe um Comentario

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

Postagens populares

Total de visualizações

Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Ads 468x60px

- Copyright © Trama Futebol Clube -- Traduzido Por: Template Para Blogspot